CHAMAMENTO da UGOPOCI: ATO UNIFICADO EM BRASÍLIA – A HORA É AGORA

A Diretoria Executiva da União Goiana dos Policiais Civis do Estado de Goiás, UGOPOCI, junto com a União dos Policiais do Brasil, UPB, CONVOCA todos os policiais civis associados ou não, da ativa ou aposentados e pensionistas, para O ATO UNIFICADO EM BRASILIA, no dia 21 de maio, pelo DIREITO DO POLICIAL CIVIL DE SE APOSENTAR.

O ônibus fretado pela UGOPOCI, sairá da porta da entidade no dia 21 de maio, próxima terça-feira, às 7h da manhã, localizada Rua 66, Qd. 113, Lote 53, Centro – Goiânia – Goiás.

As reservas devem ser feitas na UGOPOCI pelo telefone 62/3225-4215, com MICHELE, das 8h às 18hrs.

Partirão da UGOPOCI, um ônibus com 54 lugares e um micro-ônibus com 30 lugares. Sendo, até o momento desta publicação, apenas 20 vagas em aberto.

Despesas com transporte, almoço e lanche são por conta da UGOPOCI.

Façam parte deste momento histórico da Polícia Civil, em Brasília.

PARLAMENTARES, EXIGIMOS TRATAMENTO IGUALITÁRIO ENTRE AS FORÇAS DE SEGURANÇA PÚBLICA, O RISCO É IGUAL.

Palavra do Presidente, José Virgílio Dias, em nome de toda a Diretoria Executiva da UGOPOCI:

“Todas as plataformas de campanha dos políticos brasileiros, sobretudo dos candidatos a cargos eletivos federais, fazem discursos e prometem que vão valorizar as Forças Policiais, que irão investir em Segurança Pública e quando se elegem, fazem o contrário. Todas as conquistas da Polícia Civil do Estado de Goiás, são fruto das LUTAS travadas pelas Forças Sindicais da categoria e pelos próprios policiais civis, que vão para as ruas exigir melhores condições de trabalho, que refletem na segurança do cidadão”.

“Os parlamentares do conhecido Centrão, estão nos apunhalando pelas costas. A justificativa na Reforma da Previdência, PEC 06/19, é uma mentira”.

“O Governo Federal mente na justificativa e nos motivos desta Reforma da Previdência com relação a longevidade, quando põe a culpa do servidor público. As justificativas contidas no texto da PEC 06/19, são uma cópia do que é implementado em outros países da Europa, Japão e querem implementar aqui no Brasil. Isso não é possível, nossa realidade é completamente diferente”.

“Policial Civil não tem FGTS, se demitido não tem Seguro Desemprego, não temos hora extra, não temos adicional noturno, somos proibidos de fazer greve e mesmo aposentado continuamos contribuindo com a Previdência Social.”

“Pedimos Reforma da Previdência JUSTA e TRATAMENTO IGUALITÁRIO ENTRE AS FORÇAS POLICIAIS DE SEGUNÇA PÚBLICA, dia 21 de maio, terça-feira, todos em Brasília.”

Assistam: na íntegra a entrevista do Presidente da UGOPOCI, José Virgílio Dias, do Presidente da  Associação dos Agentes e Servidores do Estado de Goiás – ASPEGO, Jorimar Bastos Filho e Paulo Sérgio, do Sinpol, na TV Metropole. 

https://www.youtube.com/watch?v=BB6870GHrk0&feature=youtu.be

https://www.facebook.com/Redemetropoledecomunicacao/videos/776948009373086/

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *