Filho é morto pela própria mãe após discussão com companheiro dela em Mutunópolis (GO)

Foto: Reprodução

Uma mulher foi presa, em Mutunópolis, interior de Goiás, suspeita de matar o próprio filho, de 22 anos, José Carlos da Silva Junior, a facadas, na última sexta-feira (16). Segundo o delegado responsável pelo caso, André Medeiros, Lucivânia Lopes, de 37 anos, tinha um relacionamento com um rapaz de 22 anos, mesma idade do filho, e na noite da de sexta eles entraram em conflito.

“Ela alega que passou em um mercado, comprou bebidas alcoólicas junto ao rapaz que é seu companheiro. Já em casa, eles estavam bebendo quando o filho chegou e iniciou uma briga, pois, segundo ela, o jovem não aceitava o relacionamento dela”, disse. O filho morava com a avó, próximo à residência da suspeita.

Em depoimento ao delegado, ela informou que tentou interferir na discussão do namorado e do filho, quando foi agredida. “Com raiva, ela pegou uma faca que estava em um jarro e desferiu um golpe acima do peito da vítima. Ela confessou o crime, porém, alegou legítima defesa, para proteger a ela e ao companheiro”, disse o delegado.

O jovem, José Carlos da Silva Junior, foi encaminhado a um hospital da localidade. Devido a gravidade da lesão chegou a ser transferido para uma unidade de saúde do município de Porangatu, onde não resistiu e morreu.

Lucivânia foi encontra pela polícia ainda no local do crime, foi presa, encaminhada para a delegacia de Porangatu, porém, conforme o delegado, apresentava sintomas de embriaguez. Por esse motivo, foi ouvida no dia seguite, no sábado (17). Após o depoimento, foi transferida para a unidade prisional feminina, em Barro Alto.

A polícia civil realizou buscas na tarde de ontem (17), porém, não localizou o suposto companheiro da mãe para ser ouvido. A arma utilizada no crime também não foi encontrada.

O delegado também ouviu o pai da vítima e vizinhos próximos ao local do crime.

A suspeita será investigada por homicídio qualificado, por motivo fútil, segundo informou o delegado André Medeiros.

Fonte: Jornal O Popular



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *