Garra/Deic prende maior e apreende menor suspeitos de latrocínio no Setor Novo Planalto, em Goiânia

A Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), por intermédio do Grupo de Repressão a Roubos (GARRA), prendeu, na última segunda-feira (18), um indivíduo maior e apreendeu um adolescente suspeitos de participarem do suposto crime de roubo seguido de morte (latrocínio). O delito foi praticado em desfavor de um homem de 45 anos, no dia 16 de abril último, no interior de sua residência, no Setor Novo Planalto, Goiânia.

O crime
Durante a ação criminosa, a vítima foi estrangulada com uma corda por um dos autores – o que impossibilitou sua reação –, enquanto o outro comparsa desferia diversos golpes de faca, causando assim seu óbito. Após a consumação, os autores ainda escreveram no corpo da vítima, com sangue, sinais indicativos de uma facção criminosa paulista. Na sequência, subtraíram diversos objetos da vítima, entre eles uma televisão, um liquidificador e um aparelho celular.

A investigação
Durante as diligências iniciais, percebeu-se que, no dia do crime, a vítima efetuou uma ligação para a Polícia Militar (190) solicitando uma viatura. Contudo, afirmou que estava sozinha e precisava de atendimento médico, pois tinha deslocado o ombro. Após a transferência para o Corpo de Bombeiros, a vítima encerrou a chamada.

Concretizada a prisão dos dois suspeitos (um maior e um menor), estes confirmaram que estiveram na companhia da vítima no dia do crime e estavam ingerindo bebidas alcoólicas. Em determinado momento, iniciou-se uma discussão e a vítima determinou que fossem embora, pois chamaria a polícia. Os autores foram para a casa do adolescente, o qual é vizinho da vítima, e passaram a escutar o que ele estava fazendo, pelo outro lado do muro. Como a vítima efetivamente ligou para polícia, eles decidiram matá-la e, posteriormente, subtraíram seus objetos.

Objetos subtraídos
Durante a prisão dos suspeitos, foi possível recuperar o aparelho celular da vítima, o qual estava em posse de um terceiro. Este indivíduo foi autuado pelo crime de receptação. A televisão e o liquidificador subtraídos foram encontrados na residência do investigado maior, o que reforça sua participação no delito.

Ainda com os suspeitos (maior e menor) foram apreendidas drogas ilícitas (maconha e crack), já embaladas para venda, duas balanças de precisão, um cartucho intacto calibre .28, razão pela qual foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e posse ilegal de munição de uso permitido.

Indiciamento
Diante do contexto apurado, o autor maior será indiciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima) seguido de furto, corrupção de menor, tráfico de drogas e posse ilegal de munição de uso permitido.

O adolescente infrator foi recolhido e aguarda decisão da Vara da Infância e Juventude sobre a representação de internação provisória feita pela Polícia Civil.

Fonte/foto: PCGO



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *