Goiana é presa por se passar por vítima do rompimento da barragem de Brumadinho

A goiana Ana Maria Vieira Santiago, de 57 anos, foi presa em Minas Gerais por se passar por uma das vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho (MG), ocorrido em 25 de janeiro. Ela chegou a receber R$ 65 mil da Vale, empresa responsável pela barragem, após alegar ser dona de uma propriedade rural na região atingida pelos rejeitos.

Ana Maria, que é natural de Anápolis e foi candidata a deputada distrital em 2014, teria apresentado documentos falsos simulando ser dona de um terreno no distrito de Parque da Cachoeira. Ela ainda registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil afirmando ser dona de uma criação de animais que incluía 60 galinhas, seis vacas, três cavalos, três cabras, um gato e um cachorro.

Para dar respaldo às informações falsas, a suspeita teria convencido moradores da região a dizerem que a conheciam. Esses foram indiciados por falsidade ideológica, enquanto ela responde por estelionato. A fraude foi descoberta quando os investigadores perceberam que todos os dados da mulher eram do Distrito Federal.

A prisão da suspeita foi efetuada pela Polícia Civil de Minas Gerais no dia 18 de março. Segundo o G1 MG, naquele momento ela estava hospedada com um filho em um hotel pago pela Vale.

Fonte: Jornal O Popular

Foto: Reprodução Instagram



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *