GOVERNO DE GOIÁS E OVG ENTREGAM MIL CESTAS BÁSICAS NA CAPITAL

O Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), deu início, nesta última segunda-feira, 6, à distribuição das cestas básicas arrecadadas pela “Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus”. Mais de mil famílias moradoras do Jardins do Cerrado 2, em Goiânia, receberam alimentos, caixas de leite e álcool líquido 70%.

Um dos mais carentes da capital, o bairro foi o primeiro a ser atendido pela ação, que entregou os alimentos de porta em porta, de forma a impedir aglomerações de pessoas, conforme as recomendações da Organização Mundial de Saúde. Os responsáveis pela distribuição usaram Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), alguns fabricados por meio da parceria entre a OVG e a Universidade Federal de Goiás (UFG).

Coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, a primeira-dama Gracinha Caiado acompanhou de perto a ação e agradeceu o empenho de todo o Governo, entidades e sociedade civil organizada, que se uniram para ajudar aqueles que mais precisam.

“É uma alegria enorme ver como pequenos gestos mudam vidas. Eu tenho dito sempre que agora é a hora de cada um assumir responsabilidades e estender a mão ao próximo. O governador Ronaldo Caiado tem feito de tudo para proteger os goianos. Hoje, a mão do Estado chegou a essas famílias. Ninguém ficará para trás, tenham certeza disso”, afirmou.

Desde que a Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus foi lançada, a OVG e o Governo de Goiás traçam estratégias para que as cestas básicas arrecadadas e adquiridas pelo Estado cheguem às famílias que foram diretamente afetadas pela pandemia. A principal preocupação é a de que não se podem formar aglomerações.

Dessa forma, uma equipe de inteligência das Forças Policiais de Goiás junto às Secretarias de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Desenvolvimento Social; a Emater e a OVG organizaram a entrega no Jardins Cerrado 2, nesta segunda-feira, 6. A ação foi um sucesso e todos os moradores receberam as cestas na porta de suas casas.

“Minha geladeira estava praticamente vazia. Foi uma benção receber essa cesta básica”, afirmou a dona de casa Adeildes Conceição Silva, 32 anos, que se emocionou ao receber a doação. Mãe de cinco filhos, ela está desempregada e a única fonte de renda é do esposo que faz bicos como catador de papel e produtos recicláveis.

A costureira Sandra Cristina Gonçalves, 35 anos, não se continha de tanta felicidade ao receber os alimentos. Sua única fonte de renda no momento tem sido a Bolsa Família. “Tenho cinco filhos e não tenho ninguém para me ajudar. Essa cesta veio na hora certa”, agradeceu.

Diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado também participou da entrega e reforçou que a situação das famílias no Jardins do Cerrado é a mesma de milhares por todo o Estado. “Estamos ajudando pessoas sem perspectiva de salário e renda, com dificuldade até para se alimentar nos próximos dias. Por isso, vamos continuar trabalhando para garantir segurança alimentar e dignidade aos goianos e goianas”, asseverou.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, que acompanhou a ação, aproveitou para reconhecer e parabenizar o trabalho das forças de segurança. “A dedicação da tropa goiana é espetacular, chego a me emocionar. Me dá orgulho imenso de estar participando desse processo, mesmo complicado do jeito que está no mundo todo. Saber que os policiais de Goiás não só combatem o crime, mas se envolvem em uma causa tão nobre como essa me orgulha de estar à frente da Secretaria”, enalteceu.

Distribuição

O objetivo é continuar a distribuição de cestas básicas e produtos de limpeza nos próximos dias, em bairros vulneráveis da Região Metropolitana de Goiânia e com uma população predominantemente carente. O Entorno do Distrito Federal também deve receber ações semelhantes.

Para facilitar o trabalho, foi criado um comitê responsável pela captação, planejamento, logística e entrega das doações, formado por representantes da OVG, Gabinete de Políticas Sociais, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Secretaria de Indústria Comércio e Serviços, Secretaria de Segurança Pública, Emater e Secretaria de Estado de Esporte e Lazer.

A Organização orienta que, ao abrir o portão, os pais ou responsáveis evitem estar acompanhados por crianças. Preferencialmente, as cestas básicas e demais itens doados devem ser recebidos por pessoas que não estejam no grupo de risco, como os idosos.

A operação desta segunda-feira, 6, contou com a participação do diretor administrativo e financeiro da OVG, Wellington Matos; a diretora de Ações Sociais da Organização, Jeane Abdala; o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Antônio Carlos de Souza Lima Neto; do presidente da Emater, Pedro Leonardo de Paula Rezende, o ex-secretário da Casa Civil, Anderson Máximo; policiais militares, bombeiros, diversos colaboradores da OVG, da Seapa e da Emater.

“Quero fazer aqui um agradecimento muito especial aos secretários, integrantes do Governo e da OVG que tanto se dedicaram para que essas cestas chegassem às casas das famílias goianas. Ronaldo [Caiado] sempre diz que o governo não pode tudo, mas pode muito. E pode muito mais com cada um de vocês. Muito obrigada de coração, vocês fazem a diferença”, finalizou Gracinha Caiado.

A Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus contou com a parceria do projeto “Mesa Brasil”, do Sesc, da Federação do Comércio de Goiás (Fecomércio), além de diversos empresas privadas e entidades de classe.

Como ajudar

As doações de gêneros alimentícios podem ser entregues em todas as secretárias, agências e fundações estaduais, além das sedes da OVG, no Setor Bueno, e do Programa Mesa Brasil, no Jardim Guanabara. Na capital e no interior, os donativos também podem ser entregues nos quartéis do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e nas delegacias da Polícia Civil.

Os interessados em contribuir com dinheiro podem doar qualquer valor por meio da Plataforma do Voluntariado (ovg.org.br/voluntariado) ou com depósito na conta da OVG. A Organização está destinando a maior parte das doações em dinheiro para a compra de cestas básicas.

Pontos de recebimento de doação em Goiânia:
Local: OVG – Rua T-14, 249, Setor Bueno
Horário: das 8h às 17h (de segunda a sexta-feira)

Local: Sede do Programa Mesa Brasil Sesc Goiás – Avenida Vera Cruz, quadra 45A, lotes 1 a 7 – Jardim Guanabara
Horário: das 8h às 13h.

Pontos de recebimento de doação na capital e no interior:
Sedes das secretárias, agências e fundações estaduais, quartéis do Corpo de Bombeiro, da Polícia Militar e nas delegacias da Polícia Civil.
Horário: das 8h às 17h.

Conta para doações:
Banco: Bradesco – 237
Agência: 0244
Conta Corrente: 45059-6
Razão Social: Organização das Voluntárias de Goiás
CNPJ: 02.106.664/0001-65.

Fonte/foto: Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *