Goiânia, Quarta-feira, 20 de junho de 2018
11198691 Visitas
Notícias UGOPOCI

11/01/2018 - Roubo em Luziânia

Três criminosos morreram e um policial ficou ferido, na terça-feira (9), durante troca de tiros após uma série de assaltos em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Um vídeo mostra o momento em que o trio rouba uma padaria e foge em seguida (veja acima).

Correção: O G1 errou ao informar, com base em informações da PM, que um dos assaltantes mortos durante é um dos onze que foram filmados fugindo do Prerísio de Luziânia no último domingo (7). De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), ele não é um dos fugitivos. A informação foi corrigida às 17h34.

Segundo o tenente Vorigues Messias, o policial e os assaltantes baleados foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Os assaltantes morreram no hospital. Já o PM foi atendido, já recebeu alta médica e passa bem.

"Na BR-040 eles efetuaram disparos contra a equipe de Rotam. Entrando na GO-010, entraram no matagal e colidiram com uma árvore. Houve um novo revide, onde o PM foi alvejado", disse o tenente.

O caso ocorreu na noite de terça-feira, na GO-010, em Luziânia. As imagens da câmera de segurança de uma padaria mostram o momento em que os assaltantes entram no estabelecimento, rendem o funcionário e levam dinheiro e produtos. Conforme a corporação, o crime ocorreu após vários assaltos no Jardim Zuleika e Jardim do Ingá, na cidade.

A troca de tiros ocorreu quando, em patrulhamento pela cidade, policiais das Rotas Ostensivas Metropolitanas da PM (Rotam) encontrou o carro dos criminosos, um Renaut Logan branco, entrando em posto de combustíveis às margens da BR-040. Ao perceber a presença dos policiais, o trio fugiu, efetuando disparos contra o carro da polícia.

A perseguição continuou até a GO-010, quando um dos criminosos perdeu o controle do veículo, bateu contra uma árvore e os ocupantes saíram em fuga por uma mata. Dentro do matagal, policiais da Rotam foram recebidos a tiros e, ao revidar, atingiram os três assaltantes.

Conforme a PM, o carro usado pelos criminosos foi roubado no último dia 2 de janeiro, quando o trio assaltou uma família dentro de casa, em Valparaíso de Goiás. De acordo com a corporação, eles fizeram os moradores da residência reféns, e levaram, além do Logan, um Honda CRV.

Além do carro, a Rotam apreendeu três armas: um revólver calibre 38 e duas pistolas calibre 380.

Mais um suspeito de explodir banco em Silvânia morre em confronto com a polícia

O sexto suspeito de participar da explosão de um banco em Silvânia morreu na noite de quarta-feira (10) em um confronto com a Polícia Militar. Segundo as investigações, Daniel da Gama estava escondido na zona rural da cidade e era o último integrante da organização criminosa. Durante o roubo, um morador da cidade foi morto ao tentar fugir do grupo.

O roubo aconteceu no dia 6 deste mês. Vídeos mostram o momento em que o grupo explode a agência da Caixa Econômica Federal. Os criminosos chegaram a faze moradores reféns. O motorista Marcos Antônio Batista passava pelo local e acabou sendo morto.

Desde o dia do crime, equipes policiais faziam buscas para tentar localizar os criminosos. Além de Daniel, outros quatro suspeitos morreram em confronto com a Polícia Militar. Um suspeito apenas foi preso.

“Se trata de uma associação criminosa extremamente violenta, possuíam armas de alto poder de fogo, como um fuzil de calibre 762, exclusivo das Forças Armadas e equipado com mira ótica. Também agiam com extrema violência, agredindo as vítimas”, disse o delegado responsável por investigar o caso, Alex Vasconcelos.

De acordo com as investigações, o grupo era formado por pessoas de vários estados do país, mas moravam todos em Trindade. “Eles se conheceram no presídio de Trindade quando cumpriam penas por diversos crimes e se uniram para começar a roubar bancos”, afirmou.

O grupo também é suspeito de ter explodido caixas eletrônicos de um outro banco em Aparecida de Goiânia no dia 22 de dezembro de 2017. Na ocasião, o motorista de uma van foi baleado na perna e precisou ter o membro amputado.

Fonte: G1 Goiás