UGOPOCI participa de reunião com o presidente do IPASGO

A vice-presidente da União Goiana dos Policiais Civis -UGOPOCI, Nelma Félix, participou na tarde desta última quarta-feira, 06/02, de reunião entre lideranças representativas que compõem o Fórum em Defesa dos Servidores e Serviços Públicos do Estado de Goiás com o presidente do Ipasgo, Silvio Fernandes. Os líderes classistas deram boas vindas ao presidente e hipotecaram apoio a ações no sentido de corrigir falhas administrativas, visando gerar economia e trazer transparência ao Instituto.

“Levamos ao presidente a necessidade de resgatar a qualidade e imagem do Ipasgo, patrimônio de todos os servidores públicos, que inclusive já foi referência para todo o país. Portanto, precisamos estar mais presentes nas decisões e conhecer mais de perto os levantamentos que estão sendo feitos por parte dessa nova gestão”, explica Nelma Félix.

Os representantes dos servidores sugeriram a participação de membros do Fórum nas auditagens que estão sendo feitas nas contas do Ipasgo, o que foi, de pronto, acatado pelo presidente Silvio Fernandes. Também foi sugerido que ao menos duas Diretorias – de Assistência e de Saúde – sejam cargos de natureza exclusivamente técnica, preenchidas por servidores indicados, em consenso, pelo Fórum.

Os líderes classistas externaram ao presidente o desejo de acompanhar toda decisão dessa gestão sobre o Hospital do Servidor, que encontra-se inacabado, sendo que os membros do Fórum já deixaram claro que é consenso na entidade, que não será aceita gestão do Hospital por organização social.

O presidente do explicou que o Hospital do Servidor necessita de, no mínimo, R$ 60 milhões para ser concluído. Ele disse que, para pensar em entregar no mínimo 200 leitos, hoje se precisaria de 800 pessoas trabalhando, o que gera um custo ainda muito elevado.

Silvio Fernandes disse ainda que o Ipasgo passa por graves problemas, como a dívida de mais de R$ 180 milhões com prestadores de serviço. Uma das ações decididas para enfrentar esse problema foi a suspensão de novos credenciamentos e auditagem nas contas. Além disso, ele disse que todos os processos de licitações e aditivos estão suspensos, até serem analisados e reformulada a estrutura. O presidente destacou ainda que estão sendo cortados gastos para evitar reajustes no plano de saúde, que afetaria o usuário.

Nelma Félix levou ao presidente a reclamação dos associados da UGOPOCI e demais servidores públicos estaduais, usuários do Ipasgo, quanto ao sistema de cotas, já que os prestadores dos serviços médicos (hospitais e clínicas) têm dificultado o atendimento. Silvio Fernandes determinou providências à sua equipe técnica para solução do problema. A vice-presidente lembrou também que o Posto de Atendimento da Caixa Econômica Federal que funciona dentro prédio do Ipasgo precisa melhorar o atendimento, citando como exemplo o fechamento no horário do almoço. O presidente do Ipasgo disse que desconhecia o problema e pedirá providências à sua assessoria junto a gestores da Caixa Econômica Federal.

Antes do encerramento da reunião, Silvio Fernandes esclareceu que sua indicação ao cargo se deu pela cota individual do governador Caiado. E destacou que está no cargo como gestor e imbuído de vontade de ajudar a recuperar este tão importante Instituto de prestação serviços dos servidores públicos de Goiás.

Fonte: Comunicação Social da UGOPOCI



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *