Waldir Ferreira dos Santos

Profissão: Agente de Polícia do Estado de Goiás

O FATO

O policial civil aposentado Waldir Ferreira dos Santos, de 53 anos, foi morto no fim da noite do dia 09 de novembro de 2013, na porta de sua casa no Residencial Real Conquista, na Região Sudoeste de Goiânia, por um homem que estava a pé.

Waldir com o filho no colo, a mulher e vizinhos estavam sentados em cadeiras na calçaada por volta das 23 horas quando chegou um homem magro, de boné branco, armado com uma pistola. “Põe o menino no chão”, determinou ao policial que, assustado, não teve tempo de fazer o que foi solicitado. Rapidamente, o homem descarregou a arma ferindo mortalmente Waldir. “Eu abracei os dois e levei as cadeiras para o chão”, lembrou a esposa Cristiane, ressaltando que o marido morreu minutos depois em seus braços. Ao perceber os ferimentos no filho, pediu ajuda aos vizinhos. “A cena não sai da minha cabeça”, disse.

O agente, que passou pelos 3º e 5º Distritos Policiais em Goiânia e pela delegacia de Planaltina, foi transferido para Goiânia após um acidente de motocicleta no Entorno do Distrito Federal. Sua última lotação foi a Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores. Ele estava inativo há cerca de 12 anos.

Waldir que se aposentou precocemente, pelas regras da profissão, continuava policial civil e seu porte de arma era renovado a cada dois anos. Até o presente momento ainda ninguém foi preso pelo crime cometido contra o policial civil Waldir Ferreira dos Santos. As investigações prosseguem a cargo da Delegacia de Homicidios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *